Reciclagem de PP e PE: como comprar e vender sucata em SP?

A indústria da reciclagem de PP e PE é uma importante atividade econômica, que movimenta uma robusta cadeia de valor e carrega um forte conteúdo ambiental, no sentido mesmo da continuidade da vida no planeta.

Pode parecer excessivamente dramático falar em continuidade da vida, mas dados de 2017, publicados em reportagem da revista Science Advence, dão conta de que mais de 2/3 do plástico produzido no planeta já haviam virado lixo na ocasião. Isso corresponde a 6,3 bilhões de toneladas de plástico.

Na ocasião, o cálculo era de que 8 milhões de toneladas de lixo plástico chegavam aos oceanos anualmente, colocando em risco a vida marinha. Sobretudo porque os polímeros levam centenas de anos para decomporem-se na natureza.

Não se pode, no entanto, descartar o plástico como um dos motores da vida moderna. Eles estão por toda parte.

Sendo assim, a saída mais viável, pelo menos para o momento, é a conscientização da sociedade humana, em larga escala, acerca da necessidade de apoiar incondicionalmente a indústria da reciclagem.

Reciclagem de PP e PE

Por isso, vamos falar um pouco da reciclagem de PP e PE. Caso você não esteja familiarizado com as siglas, o PP é o polipropileno, um termoplástico derivado do propeno, que tem como característica seu aspecto claro e transparente.

Não difere muito do PE, sigla do polietileno, um filme obtido a partir da polimerização do etileno. A diferença entre ambos se restringe, basicamente, às condições em que um ou outro é mais apropriado. Caso das embalagens plásticas transparentes para alimentos que precisam ser conservados em temperaturas abaixo de zero, situação em que somente o PE é apropriado.

Tirando isso, o nosso desafio é identificar onde estão esses plásticos, ambos recicláveis, nos produtos que nós usamos no nosso dia a dia.

Além daquelas embalagens transparentes para alimentos, estão presentes em sacolas de supermercado, copos plásticos, seringas e outros materiais hospitalares, autopeças, brinquedos, tampas e embalagens plásticas para os mais diversos produtos, incluindo medicamentos e produtos químicos, caixotes para cerveja e refrigerantes, tubulações, mangueiras, garrafas térmicas e em uma infinidade de produtos.

Parece que agora ficou mais claro do que estamos falando ao nos referirmos à reciclagem de PP e PE, lembrando que ambos os materiais são 100% recicláveis. A ótima notícia é que quase todos os tipos de plásticos são recicláveis. O importante é separá-los do resto do lixo, pois há profissionais capacitados para fazer uma separação mais técnica mais à frente.

Como comprar e vender plástico PP e PE?

Como qualquer indústria, e entendamos indústria do ponto de vista da amplitude da cadeia de valor, a indústria da reciclagem precisa adquirir os insumos para a transformação de sucata novamente em matéria-prima.

Na cadeia de suprimentos encontramos as cooperativas de catadores e as empresas aparistas. Quando se fala em compra e venda de sucata, quem movimenta o setor são as empresas aparistas.

Com robustas estruturas de logística, elas compram a sucata em grande quantidade, fazem o tratamento, enfardam o material e revendem para as usinas de reciclagem, que é quem faz a transformação dos resíduos plásticos novamente em matéria-prima.

A Aparas Macedo é uma empresa aparista, com sede em Osasco, que atende toda a região metropolitana de São Paulo, comprando plástico na origem do descarte e revendendo para as usinas de reciclagem, praticando preço justo e estruturando seu planejamento para suprir toda a demanda de vendedores e compradores.

Esperamos que o conteúdo tenha sido útil e sugerimos que você assista a este vídeo para ter uma ideia do erro que é fechar os olhos para o risco que representa para o planeta a poluição por plástico.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *