Saiba como a PNRS pode contribuir para a sustentabilidade

A Política Nacional de Resíduos Sólidos ou PNRS é responsável por uma série de mudanças e inovações em relação às diretrizes que envolvem a gestão e o gerenciamento de vários tipos de materiais que são gerados pela atividade humana.

Não é novidade que, no Brasil e no mundo, o montante de lixo gerado pelas indústrias, comércios e população geral é muito grande e que o descarte inadequado do lixo contribui significativamente para a poluição do meio ambiente.

Além disso, a não reutilização desses materiais, que em muitos casos poderiam ser reciclados, contribui para uma maior exploração de recursos naturais. Portanto, ocasionando impactos negativos na preservação ambiental.

E é exatamente nesse contexto que a PNRS está inserida. Confira a seguir o que é a Política Nacional de Resíduos Sólidos e qual o seu papel na regulamentação da gestão dos lixos urbanos e industriais.

O que é a PNRS?

Assim como o próprio nome sugere, a Política Nacional de Resíduos Sólidos é um instrumento que tem como objetivo regular e direcionar como deve ser a forma de gestão, reutilização e descarte consciente dos materiais gerados pela atividade humana.

Instituída através da lei nº 12.305 em 2 de agosto de 2010, a PNRS tem como principais objetivos garantir que os setores públicos e privados tenham responsabilidade e transparência no que se refere a forma de gerenciar os seus vários tipos de resíduo.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a Política Nacional de Resíduos Sólidos “cria metas importantes que irão contribuir para a eliminação dos lixões e institui instrumentos de planejamento nos níveis nacional, estadual, microregional, intermunicipal e metropolitano e municipal”.

Dessa forma, essa lei tem um importante papel em regulamentar e reforçar a necessidade da reciclagem e da Logística Reversa. Outra atuação muito relevante é a dos catadores e das empresas aparistas que garantem que os materiais possam receber a destinação correta, priorizando sempre a reutilização.

PNRS e a gestão do papel, papelão, plástico e ferro

A reciclagem do papel, papelão, plástico e ferro é uma atividade que já está relativamente bem sedimentada no Brasil. Ela vem sendo realizada por grandes empresas aparistas, como a Aparas Macedo, e, em muitos casos, também pelo cidadão comum.

Por serem alguns dos principais materiais mais utilizados tanto pela indústria quanto pelo comércio, a gestão do resíduo nesses casos é ainda mais relevante. Por isso, a regulamentação proposta pela Política Nacional de Resíduos Sólidos ou PNRS torna-se muito necessária.

A implementação de um plano de gerenciamento do lixo pelas companhias estatais ou privadas é fundamental. Nesse contexto, a contratação de uma empresa aparista pode ser muito interessante para auxiliar nesse processo.

A Aparas Macedo é uma empresa especializada na reciclagem de papel, papelão, plástico e ferro. Localizada em Osasco – SP, atendemos toda a região da Grande SP, contribuindo para que os lixos e materiais gerados pelas indústrias, residências e comércios sejam coletados, tratados e enviados para a reciclagem.

Quer saber mais sobre a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos)? Entre em contato conosco e entenda como a Aparas Macedo pode te auxiliar na gestão do lixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.